MARAVILHAS DO UNIVERSO

(Do livro: “Maravilhas do universo” de Huberto Rohden)

                Quanto mais observamos as maravilhas do universo, na sua grandeza e na sua pequenez; quanto mais nos libertarmos de estreitezas e preconceitos, mais intimamente convictos diremos com o poeta:

                Meu Deus, eu te contemplo em todo o mundo,

                Da Natureza em toda a imensidade,

                No anseio do infinito e da verdade,

                Num arroubo de amor vivo e profundo…

Da rosa a mais louçã e alvinitente

Achei-te na corola acetinada…

Ah! Se lá não estiveras, certamente

Jamais ela nascera perfumada.

                Teu nome o microscópico bichinho

                No pó da larga estrada vai traçando;

                Por sobre as mansas águas doidejando,

                Teu nome delineia o mosquitinho…

Teu nome ouvi por entre esses gorjeios

Do gaturamo em tépidos palmares,

Teu nome adivinhei nos devaneios

Da mariposa a balouçar nos ares…

                No arroio a murmurar discreta prece

                Cravei meus olhos em cismar perdido;

                Teu nome vi no espelho refletido,

                Na onda o teu vulto transparente…

No mar e nessa brisa que perpassa

Eu te encontrei e na floresta escura,

No orvalho a gotejar, na ave que esvoaça –

Meu Deus! Achei-te em toda creatura!…

One response to this post.

  1. Posted by Sérgio Cavalini on 20/03/2017 at 22:30

    O monismo de Rohden transborda na beleza de um poema em homenagem a Natureza de Deus…belíssimo!

    Responder

OBRIGADA A TODOS QUE VISITAM, LEEM E COMENTAM ESTE BLOG.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: