O HOMEM QUE MAIS ACREDITOU NO HOMEM

    O horripilante assassinato de Gandhi aconteceu em 30 de janeiro de 1948. Faz hoje 69 anos.

    O último jejum do líder hindu se deu de 13 a 16 de janeiro. Qual o seu objetivo?  Fazer com que sejam restituídas aos muçulmanos suas mesquitas profanadas ou ocupadas por refugiados hindus, garantir a segurança dos muçulmanos dentro da União indiana.

    Um hindu fanático quis vingar seus irmãos perseguidos; ele achava que Gandhi foi longe demais às concessões aos muçulmanos e estava pondo em perigo a civilização puramente hindu. Assim Gandhi deu sua vida pela paz da Índia, pela reconciliação religiosa e pela tolerância.

    Campeão de todas as vítimas da opressão racista ou sectária, ele poderia servir como inspirador e garantia de um estatuto internacional que definiria a dignidade humana em qualquer circunstância e sob todas as latitudes.

    Para impedir as atenções cada vez mais numerosas aos direitos elementares da humanidade, para deter o totalitarismo e a ameaça atômica, é preciso que se faça conhecer largamente a vida e as ideias de Gandhi, o homem do nosso tempo que mais acreditou no homem.

* * *

Leiam o livro “Minha vida e minhas experiências com a verdade” – de Gandhi. Editado pela Associação Palas Athena.

Rohden também escreveu o livro “Gandhi” que trata mais do lado político-místico.

OBRIGADA A TODOS QUE VISITAM, LEEM E COMENTAM ESTE BLOG.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: