NATIVIDADE DE JOÃO BATISTA

João Batista

Quando Zacarias recuperou a fala, ficou repleto do Espírito Santo e rompeu nestas palavras proféticas:

                “Bendito seja o Senhor, Deus de Israel, porque visitou e redimiu o seu povo! Suscitou-nos um Salvador poderoso na casa de seu servo Davi; assim como desde séculos prometera por boca dos seus santos profetas: de livrar-nos dos nossos inimigos e das mãos de todos os que nos odeiam; de fazer misericórdia aos nossos pais e recordar-se da sua santa aliança, do juramento que fez a nosso pai Abraão; de conceder-nos que, libertados de mãos inimigas, o servíssemos sem temor, em santidade e justiça, todos os dias da nossa vida. E tu, menino, serás chamado profeta do Altíssimo; irás ante a face do Senhor para preparar-lhe o caminho, e fazer conhecer ao seu povo a salvação que está na remissão dos pecados, graças à entranhável misericórdia de nosso Deus; pois que das alturas nos visitou o sol nascente; a fim de alumiar aos que jazem nas trevas sombrias da morte, e dirigir os nossos passos ao caminho da paz”.

                O menino crescia e fortalecia-se no espírito. Vivia no deserto até ao dia em que havia de manifestar-se a Israel. (Lc. l, 57-80).

(Do livro: “Nosso Mestre” de Huberto Rohden)

2 responses to this post.

  1. Posted by Alexandre Bittencourt Bueno on 27/06/2016 at 10:54

    João Batista em nós,é o nosso próprio ego buscando alargar o canal que nos liga com o Eu,ou com a Essência Divina.O encontro dele com Jesus,é a comunhão tão amada e buscada por todos nós quando em ego somos João,o buscador de si próprio.
    Porém,há também no mundo de João o reino de Salomé(o mundo),e esta interferência,lança João(o ego),muitas vezes na prisão chegando até a decapitação material(egocídio) tal como está no Evangelho sobre João,mas aí,surge o Messias no ego,então repleto do Espírito Santo,ressuscitando assim o indivíduo João(o ego),agora definitivamente lucificado.

    (Bem,tentei aqui,traçar um paralelo entre as figuras externas de João e Jesus com o nosso ego e a Essência Crística em nós.A trajetória de João,não deixa de ser a renuncia e comunhão do Ego com a Luz,enquanto a trajetória de Jesus foi o contrário,ou seja,mostrar ao mundo,o João(o ego de Jesus),que servia a sua Luz.A começar pela tentação no deserto,e outros tantos exemplos registrados no Evangelho).

    Responder

  2. Posted by Sergio Cavalini on 27/06/2016 at 20:14

    Prezado Alexandre,

    Participando da sua interpretação intuitiva quanto ao Cristo e a João Batista, poderíamos também elucidar as palavras deste: ” Convém que eu diminua( ego humano) e Ele cresça( Eu divino).”
    O Divino Mestre afirma que Yohanan ( João) é o maior entre os filhos de mulher, e diz também que esse já havia sido purificado no ventre de sua mãe.
    Só pode falar da Luz em espírito e verdade quem por ela foi abundantemente iluminado.
    Ótima semana a todos!

    Sérgio Cavalini

    Responder

OBRIGADA A TODOS QUE VISITAM, LEEM E COMENTAM ESTE BLOG.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: