PROFESSOR E MESTRE

falando

HOMENAGEM POR

Dr. Homero Silva no dia 18/10/1977. 

Eu fui incumbido por alguns amigos aqui do nosso curso para saudar o Professor, no dia do Professor. A impressão que eu tenho é que esta data se não existisse hoje, ela teria que ser criada aqui, porque depois de uma aula como a que nós ouvimos hoje, em vinte e poucos minutos, ficou instituído verdadeiramente o dia do Professor.

Eu tive como todos vocês, muitos professores. Alguns desses professores nós amávamos, outros a gente quase que tinha ódio. Mas, a experiência que nós temos tido em tantos anos, aqueles que têm acompanhado o curso do Prof. Rohden… Esta nossa experiência é para no fim fazer com que a gente ame de fato o Professor, e consequentemente este dia do Professor.

Rapidamente eu queria lembrar que quando o Professor Rohden chegou dos Estados Unidos, eu e um pequeno grupo de amigos, tivemos o privilégio de ouvi-lo logo de início, em 51 – lá no velho prédio da Associação Cristã de Moços, ainda na Rua Santo Antônio. Já não existe mais o prédio, mas existe o Professor. E isto é realmente algo supranatural. E depois de muitos anos juntos com o Professor Rohden, sofrendo os horrores das verdades que ele ia anunciando, voltando para casa com as nossas pequenas teologias… Eu e amigos meus brigávamos violentamente, e depois íamos checar o que o Professor dizia na Súmula Teológica em casa. Nós íamos checar, imaginem que pretensão! Para concordar em parte e para discordar, não sei. Depois fomos nos separando… E um belo dia, de novo nós nos encontramos…

Faz uns três ou quatro anos, eu encontro o Professor Rohden no aeroporto. Eu ia indo para o Rio de Janeiro com minha mulher e meus filhos e atrás de nós estava o tranquilo Professor Rohden. Viramos para ele e dissemos: Professor! Aquela palestra gostosa recomeçou? Tomamos o mesmo avião, sentamos juntos, e o jeito foi voltar.

* * *

SEGUNDO ROHDEN, ELE NÃO ERA MESTRE DE NINGUÉM, MAS DISCÍPULO DE TODOS.

TAMBÉM ARGUMENTAVA QUE O MESTRE ESTÁ DENTRO DE CADA UM. E A MAIOR ALEGRIA DE UM MESTRE EXTERNO É QUANDO ELE NÃO É MAIS NECESSÁRIO.

* * *

Nesta data de hoje em homenagem aos professores, que eles encontrem seu Mestre interno para bem conduzir seus educandos.

PARABÉNS A ELES!

3 responses to this post.

  1. NAMASTÊ GERAL A TODOS OS MESTRES

    Responder

  2. Posted by Sérgio Cavalini on 17/10/2015 at 11:58

    O desejo do Professor Rohden é que os seus conduzidos de hoje, tornem-se os condutores de amanhã.
    Só um é vosso guia, só um é vosso Mestre: o Cristo, o Eu divino, o Atman que habita em nós e para além de todos os mundos.
    Essa é a missão perene desse grande orientador em Cristo, que terá realizado seu objetivo quando tornar-se supérfluo.

    Responder

    • Verdade Sérgio!
      Os educandos se autoeducam, se conduzem seguindo a seta indicada pelo orientador.
      Se o Mestre (externo) consegue que o discípulo não precise mais dele é porque ele soube orientar muito bem.
      Um pai ou mãe que educa o filho para não ser propriedade dele, e que o faça caminhar com suas próprias pernas, também deve se sentir feliz, e no caminho da autorrealização.

      Responder

OBRIGADA A TODOS QUE VISITAM, LEEM E COMENTAM ESTE BLOG.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: