EXPERIÊNCIA DE NÃO VIOLÊNCIA DOS QUACRES

Quacres

(Do livro “Autobiografia de um Iogue” de Paramahansa Yogananda)

Os norte-americanos podem recordar com orgulho o êxito que teve a experiência de não violência de William Penn, fundador de uma povoação na Pensilvânia, no século 17. Ali “não havia fortalezas, nem sol­dados, nem milícia, nem mesmo armas”. Em meio às selvagens guer­ras de fronteiras e às carnificinas que repetidamente ocorriam entre os novos colonos e os peles-vermelhas, só os quacres da Pensilvânia nunca foram molestados. “Outros foram assassinados, outros foram massacra­dos; eles, porém, continuavam a salvo. Nenhuma mulher quacre foi as­saltada; nenhuma criança quacre foi morta; nenhum homem quacre foi torturado”. Quando os quacres, afinal, foram obrigados a renunciar ao governo do Estado, “rebentou a guerra e houve colonos da Pensilvânia assassinados. Mas só três quacres foram mortos: aqueles que chegaram ao extremo de renegar a sua fé com o porte de armas defensivas”.

—  O recurso à força na Primeira Grande Guerra não trouxe a tranquilidade — assinalou Franklin D. Roosevelt. — A vitória e a der­rota foram igualmente estéreis. O mundo deveria ter aprendido essa lição.

Ensinou Lao-tse: “Quanto mais armas de violência, mais miséria para a humanidade. O triunfo da violência culmina num festival de luto”.

De Mahatma Gandhi:

Se podemos fazer novas descobertas e invenções no mundo dos fenômenos, devemos declarar nossa falência no mundo espiritual? Será impossível multiplicar as exceções de modo a torná-las regra? Deve o homem ser primeiro um bruto e só depois um homem, se chegar a tanto?

quacre
[Do ingl. quaker.]
Substantivo masculino.

1. Membro de uma seita protestante (Sociedade de Amigos) fundada na Inglaterra, no séc. XVII, e difundida principalmente nos EUA. Os quacres não admitem sacramento algum, não prestam juramento perante a justiça, não pegam em armas, nem aceitam hierarquia eclesiástica.

2 responses to this post.

  1. Posted by Sérgio Cavalini on 23/05/2015 at 10:49

    Os quacres ( Sociedade dos Amigos) praticam a meditação silenciosa e não se apegam a dogmas e teologias. Albert Einstein afirmou que se não fosse judeu, seria um quacre.
    Após a segunda guerra, os Quacres e sua organização de auxílio e pacifismo foram agraciados com o Prêmio Nobel da Paz.
    Na América, talvez seja a organização religiosa mais próxima de um verdadeiro cristianismo místico, dinâmico e ético.

    Responder

  2. É uma prova de que uma organização espiritual pode dar certo. Grande exemplo do Quacres!

    Responder

OBRIGADA A TODOS QUE VISITAM, LEEM E COMENTAM ESTE BLOG.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: