O ENIGMA DA FELICIDADE

FELICIDADE

PALAVRAS DE HUBERTO ROHDEN (extraídas de uma palestra)

 

           Que coisa estranha!

          Apesar do inevitável sofrimento pode haver verdadeira felicidade na vida terrestre. Que estranho paradoxo! Agora, quem confunde gozo com felicidade não tem solução para este enigma. E a imensa maioria da humanidade não sabe nada de felicidade. Conhece gozo e conhece sofrimento, não sabe nada de felicidade, porque a felicidade não é uma coisa superficial do nosso ego humano. Gozo e sofrimento são do nosso ego. Felicidade não é do nosso ego. E como a maior parte nunca sai da periferia do seu ego, não sabe nada de felicidade. E dizem que é impossível ser feliz neste mundo porque é impossível evitar sofrimentos. Identificam felicidade com gozo e infelicidade com sofrimento.

Esta é a eterna confusão da humanidade. É importante a gente chegar a uma zona para além das periferias do ego. Isto é a única coisa necessária, porque todos nós queremos ser felizes. Todos nós devemos ser felizes e todos nós podemos ser felizes, contanto que descubramos uma fonte de felicidade, muito além das periferias superficiais do nosso ego físico, mental e emocional. Aqui dentro da zona do ego não há verdadeira felicidade. Há somente sofrimento ou gozo que não devemos confundir com felicidade.

Diz o nosso ego: somente há um pouco de gozo e muito sofrimento. E você me vem falar de felicidade? Onde está a felicidade? Se eu estou doente, onde está a felicidade? Se o meu filho morreu, se minha mulher morreu, se o marido morreu, meus pais morreram, onde é que está a felicidade? Eu não posso ressuscitá-los, eu não posso visitá-los, não me fale em felicidade, isto é uma ilusão, uma utopia.

E, no entanto o nosso verdadeiro destino é ser feliz. Não depois da morte, agora: aqui, agora e para sempre. A felicidade não pode começar depois da morte, ela deve acompanhar na vida inteira. Mas a vida inteira está sujeita a circunstâncias desfavoráveis. Não tem nada que ver com a nossa felicidade.

As circunstâncias desfavoráveis não me podem dar infelicidade e as circunstâncias favoráveis não me podem dar felicidade.

A natureza quer isto, Deus quer isto e nós devemos realizar isto. É obrigatório que cada um realize a sua felicidade hoje, amanhã, para todo e sempre; aqui e em toda parte. É o nosso destino, sem isto não somos homens verdadeiros.

 No entanto, quase ninguém é feliz, quase todo o mundo é infeliz, fala-se muito mais em infelicidade do que em felicidade. Quer dizer que 99% da humanidade não descobriu a verdade sobre si mesmo. Quem não descobre a verdade sobre si mesmo pode gozar e sofrer, nunca pode ser feliz; quer dizer que não se pode realizar. Autorrealização é felicidade. Não existe nenhuma autorrealização que não seja pura felicidade.

De maneira que estamos diante deste grande impasse, deste grande enigma, deste grande ponto de interrogação.

Como realizar a nossa felicidade, o nosso destino verdadeiro, a nossa autorrealização aqui e agora? Porque não se trata de fazer isto depois da morte. Trata-se de fazer aqui e agora, ao menos no princípio.

Temos que começar agora a sermos felizes.  Agora temos que realizarmos – agora nós temos que cumprir nosso destino.

2 responses to this post.

  1. Posted by Sérgio Cavalini on 08/05/2015 at 15:17

    Segue o poema de Vicente de Carvalho sobre a felicidade. Retrata a busca comum da massa profana da humanidade.
    Essa árvore milagrosa de dourados pomos….

    Felicidade

    Só a leve esperança, em toda a vida,
    Disfarça a pena de viver, mais nada:
    Nem é mais a existência, resumida,
    Que uma grande esperança malograda.

    O eterno sonho da alma desterrada,
    Sonho que a traz ansiosa e embevecida,
    É uma hora feliz, sempre adiada
    E que não chega nunca em toda a vida.

    Essa felicidade que supomos,
    Árvore milagrosa, que sonhamos
    Toda arreada de dourados pomos,

    Existe, sim : mas nós não a alcançamos
    Porque está sempre apenas onde a pomos
    E nunca a pomos onde nós estamos.

    Responder

    • O autor é sincero Sérgio. Na última estrofe ele faz uma conclusão mais próxima do acerto, pois quer dizer que nós não alcançamos porque nunca a pomos onde nós estamos: dentro de nós mesmos, aqui e agora..

      Responder

OBRIGADA A TODOS QUE VISITAM, LEEM E COMENTAM ESTE BLOG.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: