“SEDE TRANSEUNTES”

transeunte

(EXTRAÍDO DE UMA PALESTRA DE HUBERTO ROHDEN)

 

Disse Jesus a seus discípulos: “Sede transeuntes”!

(Aforismo 42 do Evangelho de Tomé) 

      É muito importante: “Considerai-vos transeuntes neste mundo”.

      Somos imigrantes no planeta terra, alguns decênios apenas, uns mais, outros menos. Daqui a pouco, talvez ainda este ano para alguns, não se sabe, seremos emigrantes. Entre a imigração de poucos decênios atrás e a emigração daqui a pouco, decorre a nossa vida terrestre.

      Paulo de Tarso escreve aos cristãos do primeiro século: “Não temos aqui morada permanente; somos peregrinos na terra – a nossa pátria é o céu”.

      Viver na consciência da transitoriamente da vida terrestre preserva o homem de querer estabelecer-se aqui em caráter definitivo. 

* * * 

      A morte compulsória nos espera no futuro, ou por um acidente, ou por uma doença ou pela velhice… Esta morte compulsória não resolve nenhum problema da nossa vida. Nós não seremos melhores por termos morrido.               Também não seremos piores; estaremos no status quo depois da morte. Ninguém vê Deus pelo fato de ter morrido fisicamente. O que resolve é a morte voluntária do nosso ego.

 

 

OBRIGADA A TODOS QUE VISITAM, LEEM E COMENTAM ESTE BLOG.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: