MASTIGAÇÃO E SABEDORIA

macrobiotica

É necessário mastigar cada porção, pelo menos, 50 vezes, e se puderdes assimilar o método macrobiótico rapidamente quanto possível, 100 ou 150 vezes.

“Devemos mastigar as nossas bebidas e beber os nossos alimentos”.

GANDHI

¨¨¨¨¨¨¨¨

 

Fiz uma cópia em manuscrito do trecho seguinte, dos arquivos da Alvorada do Rio de Janeiro. É de uma aula dada em 12/03/1966 por Huberto Rohden.

É necessário rever nossos hábitos.

                Falam muito em macrobiótica. Nós estamos praticando a macrobiótica, não física, mas espiritual. O principal na macrobiótica consiste em mastigar bem cada bocado. Não consiste tanto naquilo que se come, mas no modo como se come. Eu posso comer de muitos modos, posso mastigar um pouquinho e engolir… Isto não é macrobiótica, é microbiótica.  Dizem eles que quem não mastiga 50 vezes cada bocado, não mastiga bem. Deve-se beber a comida e comer a bebida.

Nós temos pelo menos três tipos de saliva quimicamente diferentes. O problema na alimentação é propriamente a mastigação, mas a insalivação do alimento; assim quando o alimento vai para o estomago, metade da digestão já está feita. Muita alimentação e pouca ingestão – 1/3 do que comemos basta para nos alimentar, se soubermos mastigar insalivando o alimento. Se mastigarmos muito, o bocado perde o gosto, mas nós somos escravos da gula, da luxúria bucal, da volúpia do gozo…

O mesmo ocorre na Filosofia. A volúpia bucal leva a comer muito, mas não se alimenta… E os que sofrem de volúpia mental querem um mundo de novidades. Nós temos que mastigar bem o nosso pensamento analítico até que ele se transforme em inspiração espiritual. Não é questão de quantidade e sim de qualidade; temos que mastigar o pensamento até que possamos extrair desse bocado mental o conteúdo espiritual que está nele.

Podemos mastigar: “o Pai está em mim e eu estou no Pai” por toda a vida e não chegamos ao fim. Eu terei de assimilar, que me identificar com essa verdade, em cada célula, em cada átomo e até no próton com essa verdade – “eu e o infinito somos um, o infinito está em mim e eu estou no infinito”. Tenho de viver essa realidade – repeti-la mentalmente em casa, no ônibus, por toda parte.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Nota: Este assunto é tratado melhor no livro: “Rumo à consciência cósmica”

Sugestão: copie num caderninho para assimilar bem. Ao mesmo tempo melhore a caligrafia e treine a coordenação motora.

 

OBRIGADA A TODOS QUE VISITAM, LEEM E COMENTAM ESTE BLOG.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: