FÍSICA E METAFÍSICA

trigo

EM ESPIRITO E VERDADE

Huberto Rohden

                Enquanto estavam a cear, tomou Jesus o pão, abençoou-o, partiu-o e deu-o a seus discípulos, dizendo: “Tomai e comei; isto é o meu- corpo”.

Depois, tomou o cálice, deu graças e o apresentou aos discípulos, dizendo: “Bebei dele todos; porque isto é o meu sangue, do novo testamento, que é derramado por muitos, em remissão dos pecados”.

(Mt 26, 26 s)

                Eis aqui a mais profunda e mais sublime parábola da morte e ressurreição de Cristo — e do homem!

Para que a substância do pão e do vinho possa vir a ser parte integrante do organismo humano e do seu ser, é necessário que seja primeiro destruída, aniquilada; que deixe de ser pão e vinho e seja reduzida a pura energia, a “calorias”, como diz a ciência.

Só depois desta “morte” da matéria material é que pode haver a “ressurreição” da energia vital…

“Se o grão de trigo não morrer, ficará estéril — mas, se morrer, produzirá muito fruto” — nunca se escreveu na face da terra filosofia tão breve e tão imensa como a que esta frase compendia.

Se o pequeno ego humano não morrer, não pode ressuscitar o grande Tu divino, que é ao mesmo tempo o verdadeiro Eu da humana individualidade…

Muito antes que o corpo de Jesus sucumbisse à morte, já o seu ego estava reduzido a cinzas na ara do Amor — se assim não fora, de nada nos aproveitaria o processo da sua morte física e o derramamento material do seu sangue…

A redenção não veio do símbolo físico, mas do simbolizado metafísico.

Fomos remidos pelo amor do Cristo revelado na morte de Jesus.

Por isto, como diz São Paulo, toda vez que celebrarmos o mistério do pão e do vinho, relembraremos a morte redentora do Senhor — o amor que, aceitando a morte, derrotou a morte, porque antes disto já derrotara o pecado, que consiste no domínio do ego.. .

Todo homem que assim se desegofica e se cristifica passa da morte para a vida, das trevas para a luz, do domínio de Satanás para o reino de Deus.

E’ esta a verdadeira “sagrada comunhão” — única, eterna.

2 responses to this post.

  1. Posted by Irene Warmling on 21/06/2013 at 17:08

    Muito bom

    Responder

    • Olá Irene, que bom que gosta das mensagens de seu primo Huberto Rohden! Creio que fazemos parte dessa grande família por afinidade. Além dos laços de sangue, lembremos que todos nós somos filhos da Essência Una e na existência somos todos irmãos.

      Responder

OBRIGADA A TODOS QUE VISITAM, LEEM E COMENTAM ESTE BLOG.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: