PALAVRAS GRAVADAS NA ETERNIDADE

LEVANTA

“O QUE TENHO, ISTO TE DOU…”

                Subiram Pedro e João ao templo para a oração da hora nona. Nisto alguns carregavam para ali um homem que era coxo de nascença; punham-no todos os dias à porta do templo chamada Formosa, para que pedisse esmola aos que visitavam o templo. Ora, vendo ele a Pedro e João entrarem no templo, pediu-lhes uma esmola. Pedro o encarou, como também João, e disse: “Olha para nós!” Ele os olhava atentamente, esperando receber deles alguma coisa. Pedro, porém, disse: “Ouro e prata não os tenho, mas o que tenho isto te dou: “Em nome de Jesus Nazareno, levanta-te e anda”! E, tomando-o pela mão direita, o ergueu — e imediatamente sentiu ele penetrados de força os pés e as juntas; de um salto se pôs em pé e andava; entrou com eles no templo, correndo e saltando e louvando a Deus.

(At 3, l ss)

                “Ouro e prata não os tenho… Mas o que tenho, isto te dou: Em nome de Jesus Nazareno, levanta-te”…

Oh! Maravilhoso poder do Cristianismo primitivo!

Ouro e prata, riquezas terrestres, não as possuem os discípulos do Nazareno; e os que tais coisas possuíam, delas se desfazem em benefício de outros…

E porque não andavam presos à terra por cadeias materiais, podiam erguer-se livremente às alturas de intensa espiritualidade.

O que eles tinham era o mesmo que Jesus tivera sobre a terra: o domínio sobre a matéria, o carisma dos milagres.

Do livro: “Em espírito e Verdade” de Huberto Rohden

 

OBRIGADA A TODOS QUE VISITAM, LEEM E COMENTAM ESTE BLOG.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: