ANOMALIA

Safo

Há uma luta entre dois polos. Entre o polo positivo que nós chamamos Eu e o polo negativo que nós chamamos ego.

                Toda natureza está baseada nesses dois polos. Em toda natureza há polo positivo e negativo.  Na astronomia há atração e repulsão. Na eletricidade há o polo positivo e o polo negativo. No átomo há o próton que é o positivo e os elétrons que são os negativos. Na natureza humana há o masculino e o feminino. Por que há dois polos diferentes? Porque se não há diferença de polos não há evolução. Na natureza a evolução é automática, fora de nós. É tudo automático.  Não é a natureza que faz a evolução. É a inteligência cósmica que faz a evolução. Em nós a evolução não é automática. Eu não sou um autômato, vocês não são autômatos. Vocês têm livre arbítrio. Vocês têm liberdade. Vocês podem realizar a sua evolução e vocês podem estagnar podem até ir para baixo, involução. Para nós evolução para cima, estagnação no meio e involução para baixo. Isto se chama livre arbítrio. O homem se pode tornar melhor do que Deus o fez. Pode parar no ponto em que Deus o fez e pode tornar pior do que Deus o fez. Leiam para compreender a Bhagavad Gita e o Evangelho.

Complementaridade é aquilo que se completa. Quer dizer, o positivo pode completar o negativo, e o negativo é completado pelo positivo. Isto se chama síntese. A síntese só é possível onde há dois polos diferentes, não iguais nem contrários, mas complementares ou semelhantes.

Isto acontece em toda natureza, como acontece no homem. Tanto na astronomia como na eletricidade e nos átomos há sempre uma complementaridade. Um atrai o outro. Um não é idêntico a outro, porque idêntico não atrai. Um também não é contrário a outro porque o contrário repele. Mas quando um é semelhante a outro então há uma atração, há uma completação. Em toda natureza é assim. O masculino e o feminino se atraem. Quando há o homossexualismo dois iguais se atraem… Dizem que na ilha de Lesbos havia uma região que morava só mulheres. Elas não queriam saber de homens e as mulheres se amavam e casavam entre elas.

                No homossexualismo homem ama homem. Isto é contra as leis da natureza.  Por que isto acontece de igual atrair igual em vez de semelhante atrair semelhante? Semelhante é homem e mulher. Igual é de mulher para mulher ou de homem para homem. Na natureza correta isto não acontece de igual atrair igual. Isto é uma anomalia, que não vamos falar agora; podem-se escrever livros sobre isto.

                Eu já fui consultado por um rapaz muito infeliz que chorava diante de mim. Era um rapaz de 26 anos: “por que eu não gosto de mulher, por que eu só gosto de homens, passo noites com rapazes e não com mulheres?” Chorava, chorava…

                O homossexualismo não é um defeito moral propriamente, é uma anomalia biogenética.  

                Na natureza não há atração de igual para igual, nem de contrário para contrário, mas de semelhante com semelhante. Isto dá complementaridade.

TEXTO EXTRAÍDO DA AULA 27M – do curso 79. “A BIPOLARIDADE DO HOMEM” de Huberto Rohden.

A foto acima é da poetisa Safo da ilha de Lesbos, famosa por sua paixão por mulheres.

5 responses to this post.

  1. Posted by Sergio Cavalini on 15/05/2013 at 18:18

    Não julgar, conforme ensinou o Divino Mestre, é o melhor que posso fazer diante do enigma do homossexualismo. A natureza humana é demasiadamente complexa e misteriosa para compreendermos de fato o que ocorre nas penumbras do coração e da mente do homem em sua individualidade.
    Importante é sempre manter o respeito em face da vida e do ser humano, independentemente da orientação sexual de cada um, o que não significa aprovar ou concordar com esta opção.

    Sérgio Cavalini

    Responder

  2. Com certeza Sérgio… Esperamos que um dia estes irmãos que também são filhos de Deus, consigam se libertar destes desvios emocionais, sublimar estes impulsos, buscar Deus e serem felizes.

    Responder

  3. Amigos, Rohden não quis estender o assunto, pois não queria fugir da ideia central da palestra. Fez questão de dizer que homossexualismo é uma anomalia. Tanto assim que sai da finalidade de procriação. É um abuso sim, como todo abuso dos prazeres da vida. Não é fácil libertar da libido… Só grandes santos o fizeram. Um exemplo de nossos dias foi o de Mahatma Gandhi. Também os monges e monjas que vivem em mosteiros… Cada pessoa se realiza conforme seu papel na vida e na sociedade. O casal sintonizado com Deus forma a complementaridade necessária para a evolução.

    Responder

  4. Agostinho, o grande místico, teve uma vida de muitos conflitos na juventude devido ao seu erotismo; e só se libertou e se rendeu à Deus, depois de uma grande experiência mística.
    Assim como Jesus, que não tinha pecados, não condenou e nem apedrejou a pecadora, nós também não podemos condenar e nem julgar quem quer que seja. Afinal todos têm livre arbítrio, têm o direito de errar ou acertar. Creio que a justiça dos homens julga quem prejudica os outros.
    No caso do homossexualismo eles não prejudicam ninguém, só a eles mesmos… um dia eles podem cair em si como o filho pródigo, e se regenerarem com grande alegria. Afinal todos têm dentro de si o Eu divino.

    Responder

  5. Posted by Sérgio Cavalini on 18/05/2013 at 18:47

    Sábio comentário, minha amiga Iris! Entre erros e acertos, vamos todos juntos rumo ao Infinito. Que a sabedoria do nosso Cristo nos conduza sempre, rumo a evolução suprema.

    Responder

OBRIGADA A TODOS QUE VISITAM, LEEM E COMENTAM ESTE BLOG.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: