CELEBRANDO SÃO PAULO

A maior metrópole do Brasil completa hoje 459 anos, e lembra numa arte o grande episódio que mudou a vida de Saulo. Paulo de Tarso, o bandeirante do Evangelho… Cidade de São Paulo, terra dos bandeirantes!… Que seja também terra dos Mensageiros Divinos para uma nova era!
coversão de São Paulo
Os visitantes do Museu Paulista ganharam mais uma atração, a restauração da famosa pintura “Conversão de São Paulo a Caminho de Damasco”, de José Ferraz de Almeida Júnior, foi concluída e ganhou uma sala especial no piso térreo.
A obra, concebida em homenagem ao padroeiro da cidade, ficava no teto da antiga Igreja da Sé, que no ano de 1912 foi demolida juntamente com algumas quadras de suas imediações para dar lugar à atual Praça da Sé.

ÀS PORTAS DE DAMASCO
(Do livro “Em Espírito e Verdade” de Huberto Rohden)
Ardia Saulo por perseguir e trucidar os discípulos do Senhor. Foi ter com o príncipe dos sacerdotes e lhe pediu documentos para as sinagogas de Damasco, a fim de levar presos para Jerusalém a quantos adeptos dessa doutrina lá encontrasse, homens e mulheres.
Seguindo caminho, aproximava-se de Damasco — quando, subitamente, o cercou uma luz do céu. Caiu por terra e ouviu uma voz que lhe dizia: “Saulo, Saulo, por que me persegues?”
Perguntou ele: “Quem és tu, Senhor?”
Respondeu-lhe aquele: “Eu sou Jesus, a quem persegues. Duro te é recalcitrar contra o aguilhão”.
Tremendo e cheio de pasmo, perguntou Saulo: “Que queres Senhor, que eu faça?”
Tornou-lhe o Senhor: “Levanta-te e entra na cidade; aí te será dito o que te cumpre fazer”.
Seus companheiros de viagem se quedavam, estupefatos; ouviam a voz, mas não viam ninguém. Saulo levantou-se da terra, e, de olhos abertos, não via coisa alguma. Tomaram-no, pois, pela mão e o introduziram em Damasco. Aí esteve três dias, cego, sem comer nem beber.
(At 3, l ss)
* * *
“Quem és tu, Senhor?… “Que queres, Senhor, que eu faça?…”
Duas coisas apenas quer saber o fero leão de Tarso que à entrada de Damasco tombou: quem é esse poderoso vencedor — e o que dele exige.
Está Saulo disposto a se render e servir a um Ser superior a ele, mas exige que este Ser se declare e se prove superior. E o invisível alguém se declara e define: É Jesus, o crucificado — Jesus redivivo, o Cristo imortal… Saulo rende-se ao divino Soberano…
E logo, dinâmico e empreendedor, quer fazer algo de grande para seu senhor. E’ necessário agir!

OBRIGADA A TODOS QUE VISITAM, LEEM E COMENTAM ESTE BLOG.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: