SILÊNCIO NO ASHRAM

                Conversamos longamente em absoluto silêncio…

                Silêncio é algo como a música… Não atua pelo que diz, mas sim pelo que é… A música é uma linguagem internacional como o silêncio…

                Aqui (no Ashram) o calar vale mais do que o falar… Ditos indizíveis não podem ser ditos… O que se pode dizer, ou mesmo pensar, não é a verdade… É como fogo pintado numa tela, que não é fogo vivo… O mais perfeito fogo pintado não ilumina nem esquenta…

(Breve descrição da experiência de Rohden no Ashram de Sevayatan na Índia)

Nota: os retiros de Rohden eram três dias de silêncio!

5 responses to this post.

  1. Eu estava mesmo precisando desta mensagem!

    Responder

    • Ainda que o mais ruidoso silêncio o perturbe, não se preocupe Stropatus, eu em particular quero deixar uma palavras que pensei muito ao escrever para ver se não disvirtuasse o que senti em uma das minhas meditações em baixo de uma árvore no sítio de minha mãe em uma Sexta-Feira-da-Paixão, foi o maior presente que já recebi e vivi até o presente eterno, vamos resumir nestas palavras que surgiram da minha existência no ano de 1993…. ” O maior estado de paz que o homem possa alcançar é quando ele deixar de pensar para que Deus possa pensar por ele ” Shalom, ou Vanderley. Abraços para o senhor que construiu uma linda vida. A Paz…

      Responder

      • Amigos, na última segunda feira, no horário combinado da nossa egrégora Alvorada, senti o poder do silêncio. Depois fui ler o livro “Minhas Vivências na Palestina Egito e Índia” encontrei estes três parágrafos sobre o silêncio. Resolvi enriquecer este blog. Fico feliz pela receptividade de vocês. Conto com vocês nas sintonizações às segundas feiras.

    • Sr. Lupércio, um dia significa um momento e nessa de tempo e momento com o espaço, sabemos que o aprender torna-nos humildes para que entendamos melhor que jamais deveremos estar acomodados no desenrolar da vida vivida, é conforme a história dos talentos, … Abrir os olhos da alma para que a mente venha enxergar o desenrolar da vida de forma consciente e viva, sendo assim, já será um início do multiplicar os talentos para podermos devolver-os desenvolvidos sem sentimentos de culpa ou dor devido ao medo e insegurança que nos possa apresentar do desenrolar da vida. Um grande abraço para o senhor, se posso dizer… Dom Lupércio.

      Responder

  2. Posted by stropatus on 25/09/2012 at 11:28

    Reblogged this on Stropatus and commented:
    Há muito a aprender sobre o Silêncio!

    Responder

OBRIGADA A TODOS QUE VISITAM, LEEM E COMENTAM ESTE BLOG.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: